Associação Catarinense de Psiquiatria (ACP) recebe um dos psiquiatras brasileiros de maior prestígio no exterior

Luis Augusto Rohde falou sobre diagnóstico e tratamento de Déficit de Atenção na IV Jornada de Psiquiatria da Infância e Adolescência

A Associação Catarinense de Psiquiatria recebeu neste sábado, 30, o médico Psiquiatra Luis Augusto Rohde, um dos psiquiatras brasileiros com maior prestígio no exterior. Durante toda a manhã o especialista em desenvolvimento de crianças e adolescentes falou sobre diagnóstico e tratamento de Déficit de Atenção na IV Jornada de Psiquiatria da Infância e Adolescência, que foi realizada sexta e sábado, no Centro de Eventos da ACM, Associação Catarinense de Medicina.

Luis Augusto Rohde é vice-coordenador do Instituto Nacional de Psiquiatria do Desenvolvimento para Crianças e Adolescentes e professor titular do Departamento de Psiquiatria e Medicina Legal da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS. Um de seus trabalhos internacionais de maior destaque foi à atuação como membro do grupo para Transtornos Disruptivos do Comportamento e Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade – TDAH do DSM-5, manual de diagnóstico em psiquiatria da Associação de Psiquiatria Americana, que é, em âmbito mundial, o mais respeitado e utilizado manual de critérios diagnósticos.

Diante de mais de 150 pessoas, entre Psiquiatras, Psicólogos e Pedagogos, Rohde apresentou o que há de mais inovador em diagnóstico e tratamento de Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Segundo o especialista, o diagnóstico de transtorno de atenção e hiperatividade é eminentemente clínico não dependendo de marcador biológico ou exame. Por consequência, torna-se imprescindível seja a avaliação realizada por um profissional com experiência no tratamento em qualquer âmbito de abrangência Para tanto, nas palavras do expert: “O tratamento é multimodal envolve a família e o paciente em medidas e intervenções escolares, psicoterápicas, treinamento dos pais e, por fim, o uso de medicação na busca da redução dos sintomas de déficit de atenção, hiperatividade e impulsividade.”

O médico chamou a atenção quanto a importância da individualização do tratamento de acordo com a necessidade do paciente: “Nós somos diferentes uns dos outros e em nosso dia a dia um é diferente do outro. Então, esta individualização é fundamental, isso não quer dizer que não existam regras básicas de evidências científicas que nos orientem no tratamento. Existem diretrizes no tratamento de associações americanas, europeias, canadenses, e até da própria associação brasileira de déficit de atenção que nos indicam quais as medicações ou quais as intervenções mais apropriadas a cada situação”, destacou.

Há 14 anos trabalhando como Psiquiatra de crianças e adolescentes, Leonardo Gaspar participou da Jornada e reconheceu a importância desta iniciativa da Associação Catarinense de Psiquiatria: “A jornada é excelente, pois reúne profissionais de diferentes áreas em busca do aperfeiçoamento. E, na prática clínica, é praticamente impossível trabalhar sozinho”.  

“Eu tenho sentido a importância deste evento ao agregar profissionais de áreas diferentes e trazer palestrantes com pesquisas e inovações no estudo da infância e adolescência”, destacou a Psicóloga Maria Luiza Santos que possui mais de 30 anos de experiência.

A Pedagoga Lucélia Balza participa da jornada pela segunda vez. Preocupada com as demandas da escola, cita a importância da capacitação do atendimento integrado com os profissionais da saúde. Segundo a pedagoga, “Ao mesmo tempo em que os médicos nos procuram, temos que procurá-los, porque quem está na escola tem uma boa visão do que acontece. Estar em um evento deste é sempre importante para aprender e replicar este conhecimento na educação.”

A IV Jornada da Associação Catarinense de Psiquiatria atingiu a missão de contribuir com a sociedade. A presidente da Associação Catarinense de Psiquiatria, Lilian Schwanz Lucas, destacou o significado desta iniciativa: “Sem dúvida, o médico e os demais profissionais que cuidam das pessoas recebem aqui uma importante contribuição para um melhor desenvolvimento do trabalho. Todos nós ganhamos. Até a próxima jornada.”.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Go to Top